O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quarta-feira, 24 de junho de 2009

Earthlings (documentário)


Earthlings (Terráqueos, em português) é um documentário norte-americano de 2005, realizado, escrito, produzido e dirigido por Shaun Monson e co-produzido por Persia White. Levou 5 anos a ser realizado, pois inicialmente o projecto visava essencialmente uma campanha de consciencialização pública sobre a castração dos animais de estimação. Mas o realizador e a equipa desenvolveram o tema devido às pesquisas e situações encontradas, o que resultou na longa-metragem 'Earthlings'.

Narrado pelo actor - e activista dos direitos dos animais - Joaquin Phoenix, que também é 'vegan' e membro da PETA (a maior organização de defesa dos direitos animais do mundo). A banda sonora foi composta exclusivamente para o documentário pelo músico Moby.

O documentário mostra como funcionam as grandes indústrias e corporações e relata a dependência da humanidade sobre os animais, para obter desde a alimentação, vestuário e calçado até objectos diversos, incluindo a diversão, não esquecendo o abuso em experiências científicas. Mostra como a espécie humana e as suas relações de dominação, como o racismo e o sexismo, a xenofobia, etc. tem tratado com a maior falta de ética, humanidade e compaixão a natureza, os animais e a si mesmo.

http://www.earthlings.com/
(contém imagens impressionantes "não recomendadas" a pessoas sensíveis)

15 comentários:

VAI CASTRAR O TEU PAI disse...

Soltem-nos!!

Paizinho, vai-te a elas disse...

Não é à toa que as vacas representam a verdadeira natureza do homem e a sua capacidade de iluminação.

A vaca é o céu, a vaca é a terra;
A vaca é Vixnu e Prajapati
O leite tirado da vaca saciou
os Sadhya e os vasni
Nela reside a ordem... divina.

Vacuidade disse...

"O que penso da civilização ocidental? Acho que seria uma boa ideia."

Mohandas K. Gandhi

Boicote disse...

Dos bois... Que dizer?

Grande pensador disse...

"Casem. Se a mulher for boa, serão felizes. se não for, tornar-se-á um filósofo."

Palavras sábias de Sócrates (obviamente que não me refiro ao actual por questões adjectivais)

(bo)ião disse...

Por favor, estabeleçam aa ligações necessárias porque a vida sem reflexão não merece ser vivida.

Paizinho disse...

Vacas?

Cavaleiros do Apocalipse disse...

Cala-te. Não estás a perceber nada. Aqui testemunha-se a polivalência do símbolo.

Paulo Borges disse...

Grato pela recordação deste filme, que retrata a imoralidade do especismo.

A maioria dos comentários lembram o dito do dar pérolas a ....

Entre vistas disse...

A sério? Lições de imoralidade a esta hora? O que é uma frase no meio de tantas que já foram ditas? Ao contrário, não é?

Budista disse...

Parabéns!

parafalsabudista disse...

Ena pá, só uma pessoa mesmo, mesmo com mau perder e com "maus fígads" a faz este "estraguinho todo?!
Ó meu Deus! Vai-te catar, ó mal amada!

viver de improviso disse...

não sei o que é isto. sinceramente. a sensação que me fica é que isto é tão surreal como um filme dos irmãos cohen. mas "no fim" fica a ideia de que isto é a realidade. então digo (para mim mesma): caramba, não percebo patavina da realidade. e continuo a pensar que toda esta coisa é um filme... não tarda as acendem as luzes e a sala ilumina-se... e o filme continua. 8[

Paulo Borges disse...

Que é a realidade senão um filme? Pode é ser melhor ou pior, mais ou menos feliz, no plano relativo dos nossos conceitos, emoções e percepções. As suas fotos tornam o filme mais agradável e profundo. Não desista, por mais tontos que sejam os "comentários".

Anónimo disse...

é zoofilia?