O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


terça-feira, 30 de junho de 2009

LIBERALISMO ECONÓMICO

50 000 milhões de falcatruas

=

150 anos de prisão

Moreu MAD OFF

Viva MAD IN

8 comentários:

Rasputine disse...

A grande falcatrua é o que pensamos.

platero disse...

é evidente que o senhor Madoff não vai terminar seus dias na prisão.
O sistema precisa dele para manter engrenagem em funcionamento.
Onde paira versão portuguesa Pedro Caldeira? Em que prisão?
se alguém souber - diga

Bernard L. Madoff disse...

"Quanto mais eu tentava sair, mais fundo ficava o buraco. Eu não podia aceitar que por uma vez na minha vida falhei. Sou responsável por uma grande dose de sofrimento e dor. Vivo numa tormenta... esta é uma culpa horrível para se viver", pronunciei aos inquisidores.
Depois virei-me para as nove vítimas presentes no tribunal e disse-lhes: "Desculpem. Eu sei que não vos ajuda".

platero disse...

Madoff não sei se significa alguma coisa. Mad é sinónimo de louco, maluco, doido

Mad OFF / Mad IN
é brincadeira meio-semântica que pretendia dizer que o senhor (In)
tinha ido dentro.
Não sei se foi válido o achado

Paulo Borges disse...

Grande achado!

Abraço

platero disse...

grato, Paulo, pela ajuda

se bem que falhar não seja sinónimo de desastre.
Li algures que americanos consideram preciosas situações de falhanço quando analisam candidaturas a lugares de administração de grandes empresas.
Mais do que os sucessos

o que não é o caso, vá
abraço

soantes disse...

Grande platero, esse gume continua afiado como os olhos na sombra do chapéu, alentejano, pois então...

platero disse...

à sombra do meu chapéu....

grande Soantes, quem me dera andar por aí pela tua Angola.
O meu (nosso) Alentejo deve ser assim como que um resumo de África.
Não só de Angola
Abraço que dê até aí