O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sábado, 6 de junho de 2009

"A via do homem na virgem"

"Há três coisas que me ultrapassam
e uma quarta que não compreendo:
a via da águia no céu,
a via da serpente na rocha,
a via da nave no mar,
a via do homem na virgem"

- Provérbios, 30, 18-19.

5 comentários:

Nã via a virgem e disse...

"No Claustro do Silêncio, onde o estudo e a meditação são o sentido da vida, por Dinis, o Trovador, é feita a passagem da Velha à Nova Ordem e o Pentagrama, perante a Virgem, retoma a sua orientação em expansão. A Cruz, aberta, marca o início do caminho exterior. Pela esquerda, pela Lua, a via é segura mas demorada. Nos capitéis, os Génios guardam o Peregrino que recusa o engano, na falsa porta que os Grifos protegem.

José Medeiros

Anónimo disse...

Esta é a via da Penetração, casta e Profunda.

Anónimo disse...

E a via da virgem no homem?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
O raio que te parta disse...

Pergunta ao Zé.