O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 19 de junho de 2009

CALOR


o homem disse
a propósito de Mercado
ser a situação actual
bastante introgessiva

nem o homem sabe
seguramente o que dizia
nem eu sei
nem nunca saberei
o que é
introgressivo

a palavra contudo
me parece clara
e me agrada
e a sinto perfeitamente adaptada
ao tempo que faz hoje:
mais de quarenta graus de temperatura
o sol a reluzir no céu
como no guiador cromado
de qualquer
nossa primeira bicicleta

os pássaros calaram-se nos galhos
sombreados dos freixos e dos choupos
nas oliveiras cinzentas
nem as cigarras cantam
como se o calor
lhes tivesse impiedosamente
derretido as asas

procuro nos poetas gregos:
Arquílogo de Paros
Ìbico de Régio
em Safos natural de Lesbos
a palavra exacta
que defina
este insuportável
desarranjo meteorológico

posso associá-lo
vagamente a Vulcano
ou à fusão do átomo
ao efeito de estufa
nada porém que me diga tanto
como o insuspeitado introgressivo
do homem
a propósito de
Mercado

sendo que
não poder sair à Rua
é um estado
indiscutívelmente introgressivo
não me resta outra saida
que não seja:
despir a alma
e pendurá-la num cabide
onde corra
um mínimo de aragem

deixá-la assim a abanar
inflada como vela de pequeno barco
T-shirt de Ulisses
que o conduzisse
de regresso
a Ítaca

é penosa
a estação e tudo
esmorece com o calor
disse Alceu de Mitilene
há pelo menos
dois mil
e setecentos anos

isto
pelo facto simples
de não ter sido ainda
a propósito de Mercado
criado o inefável
vocábulo
INTRO
GRESSIVO

5 comentários:

Lapdrey disse...

Bem parece, caro Platero, que a tal introgressividade é coisa transversal também a toda criatura "blóguica".
Transversal é aquele adjectivo (lugar-comum, mas não um verdadeiro comum lugar) de que agora se abusa de dizer, quando se ousa generalizar mais impensadamente: o que é sempre uma perigosa temeridade, convenhamos.
(Escrevi temeridade, talvez para rimar com a dita introgressividade.)

Quem sabe se, um destes dias, alguém inventa uma coisa chamada "introtransversalidade".
A propósito, sabe-se lá de quê...

(Um abraço, não esmorecido pelo calor)

ACORDAI disse...

Introtransversalidade é fazer greve à introgressividade, introgessivando-me? Hãn?

(Lopes, que Graça)

platero disse...

Lapdrey e
Acordai

grato pela frescura (fresquidão) dos Vossos comentários. Sem a qual abafaria nas areias deste já semi-deserto alentejano

Ainda mais fresca disse...

Se pudesse até cantava. Uma serenata (palavra própria do Alentejo).

Anónimo disse...

"despir a alma
e pendurá-la num cabide
onde corra
um mínimo de aragem"

introgressivo...hummm...será uma mix de introspectivo e agressivo?!...de qq modo, é sempre engraçado ler o Platero no seu modo despretencioso e bem-humorado de abordar questões sérias :)

bj, em tarde de calor

ps- s.jorge, Lapdrey? (sem caracois, please ;)

frag.