O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 26 de junho de 2009

Nunca te vês. É isso que te mantém vivo.

14 comentários:

Anónimo disse...

. vivo? ou renascido?
. se me visse, veria lua? ou escuridão?
. pk não me veria? nem por meditação?

frag.

Anónimo disse...

veria luz (rectifico)

Ria de Aveiro disse...

nem nas águas te consegues ver, Paulo? Olha através de mim

Filha duma obscurecida disse...

Ando à procura de mim.

Anónimo disse...

E eu de ti mas tens que guardar melhor as cuecas...

Nudista disse...

Não uso cuecas

De vento em "poupa" disse...

Que gente interessante!

Anónimo disse...

eu sabia és uma porca

javali disse...

Grata pelo reconhecimento, irmãos.

Comentário disse...

Comentário

titulose disse...

Depreendo que o que te mantém vivo é veres os outros...

Madalena disse...

Acabei de ler o Ensaio sobre a Cegueira e, de facto, para nos vermos e sobrevivermos, é preciso uma força que poucos têm. "Nervos de aço", como os da mulher do médico ou a inocência do cão das lágrimas.

sara mago e cegueta disse...

"porca" por não usar cuecas!!!? não entendo... podes explicar?

Olho Vivo disse...

Vocês são verdadeiramente indecentes!