O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

A FADA BOA

Vão-me fazer muita falta
os comentários jocosos,
cheios de graça, daimosos,
da "saudadesdofuturo"
uma estrela em fundo escuro
que em me vendo na ribalta
nem por isso me poupava,
do jeito que ela gostava,
às suas setas ervadas
e finamente afiadas
que ela sabia atirar
sem contudo magoar!

JOÃO DE CASTRO NUNES

4 comentários:

saudadesdofuturo disse...

Embora o ânimo não seja o melhor, não se vai sem resposta!
Ora poise lá o cavaquinho, que agora toco eu:):

Não lhe vão fazer falta nenhuma, JCN! Sabe porquê? Porque a de quem fala se chama Artémis. E as suas setas são para ”afastar” os cervos que pelas florestas vêm beber à luz da lua o reflexo do banho da deusa, a das três formas, Amiga “íntima” e "vizinha" da Saudades. (risos!) O seu santuário é no bosque, o meu é na lágrima acesa e no riso cristalino… Eu, a fada “boa”, digo que onde escutar uma cristalina gargalhada, sou eu que lá estou, a atirar setinhas, daimosamente graciosas… [mas não a tomar banho, JCN!] Afine o cavaquinho! JCN!

Até lá, tenha juízo, JCN! Que já tem “sô-netos” para isso! Deixe cá o violino… Eu posso querer (des)afiná-lo… e… se ele cá ficar… sempre pode vir buscá-lo!
Afinai os violinos! JCN!
Olha… olha! … Senhor Abade!"Vistes!"...

Um abraço!

Coelacanto provoca maremoto disse...

Caro Jcn, se fôr quem nos explanará o significado do Beleza, ainda que em Soneto?

João de Castro Nunes disse...

Quem melhor que a "saudadesdofuturo" para assumir esse papel, ela que é a própria Beleza humanizada?! JCN

saudadesdofuturo disse...

JCN!

JCEENE!!!

Deixe de "amarrotar" o Coelacanto!

Um acenos a ambos.