O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


domingo, 1 de novembro de 2009

... II

coração?

6 comentários:

frAgMentus disse...

foto Frag.

platero disse...

apostada em despertar apetites

bjinho

Damien disse...

Eu aposto mais na necessidade de uma marcação de consulta para o oftalmologista.

E, já agora (normalmente, os olhos ficam perto da mioleira), passar pelo psicoterapeuta, logo ao lado, e dizer:

"Olá! Eu sou a mulher coração de sapateira! Acha que eu, depois de morrer, vou sentir quando os bichinhos me comerem os saborosos bolores? E se for antes, dói?"

Aposto em como ele responderá:

"Mas que pergunta mais parva, menina! Eu vou mas é chamar os tais gatos fedorentos "castigadores da parvoíce", para a exterminação dessa maleita. Bem precisa."


N.B. A legenda da foto está errada. A correcta é: "... Frag II?" - foto de Sapateira Prematura.

Rasputine disse...

Pelos vistos careces que te comam...

baal disse...

um dia destes convido-te para degustares uma santolinha da arrábida recolectada na pedra da anicha, no portinho da arrábida. é uma delícia.

frAgMentus disse...

ah então essa é que é a santola na pedra que já tinhas refrido mas ignorava o que era ;)