O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


terça-feira, 24 de novembro de 2009

agir

'a única chance dos homens está no devir-revolucionário, o único a poder conjurar a vergonha ou intolerável'
g. deleuze

é necessário responder ao acontecimento. não esperemos ordens!!!

8 comentários:

João de Castro Nunes disse...

Agir... sem ordens... é ser-se um desordeiro! JCN

platero disse...

parabens Baal

as primeiras palavras bastam para identificar paternidade

saudadesdofuturo disse...

O devir é revolucionário, baal!

g.deleuze, sabia disso!

Qual foi a revolução "ordeira" que não dei por ela? JCN!

João de Castro Nunes disse...

Nem eu... tão-poco! O que não tira a juzteza da minha observação... entre jocosa e filológica. Há que saber... jogar com as palavras, sem nos enredarmos nas ideias. Que diferença... entre "ordeiro" e "ordinário", cuja matriz lhes é comum? E entre... "des-ordeiro" e "extra-ordinário"? E, já agora, entre entre... "e-volução" e "re-volução"? Fico-me... pela Poesia, que mexe com os princípios revolucionários da... baalística. De resto, que é o Poeta senão um desordeiro?!... JCN

saudadesdofuturo disse...

Não podia estar mais de acordo, meu amigo, embora daí não retire a impertinência da minha observação, filologias à parte, diz-me o meu ânimo que não está zangado, JCN!
Está talvez com saudades das lições e eu... aproveito para... aprender. Sempre vale a pena e dá-me jeito... do e para meu jeito!
"os princípios revolucionários da 'baalística' são algo como uma terapia extremamente salutar e...

Gostei mesmo foi a última frase: "De resto, que é o Poeta senão um desordeiro?!..."

Toda a razão! Senhor de J.C.! Uma vez mais, sem Nunes, "filho de Nuno"? ficando mais a jeito de "Inês de Castro"...

Um sorriso amável, JCN!
Um prazer, conversar consigo!

João de Castro Nunes disse...

Não há revolução... sem "palavras-de-ordem. Abaixo as ordens! JCN

João de Castro Nunes disse...

Ordens... só as recebo de "saudadesdofuturo", que sabe dá-las com grande senhoria! JCN

baal disse...

agradeço o aturar deleuziano, mas ´´e verdade que nos tempos escuros emque vivemos é cada vez mais actual.
saudações.
para os professores:
faz cem anos que foi fuzilado em barcelona j. ferrer, o fundador da escola moderna.
à luta.