O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quinta-feira, 26 de novembro de 2009

EnTre os pioneiros de uma Filosofia da Saudade

"Os Portugueses são mais saudosos que outros povos, o que permite um sentimento único de Amor e Ausência - os pais da Saudade."
D. Francisco Manuel de Melo

"A saudade provém do coração, não provém do entendimento. É um bem que se padece e um mal que se deseja. Amarga e doce, triste e alegre. Na saudade fundem-se os contrários."
D. Duarte

13 comentários:

João de Castro Nunes disse...

Ainda aí vamos?!... JCN

luis santos disse...

Não. São figuras importantes quando se fala numa Filosofia da Saudade. É essa a intenção de os recordar aqui. D. Duarte (1391-1438)e Francisco Manuel de Melo (1608-1666).

Paulo Borges disse...

Caro Luís, creio que não são citações textuais. Abraço

luis santos disse...

Caro Paulo, não são, embora nalguns casos possam ser... Em todo o caso, são excertos de apontamentos meus tirados das aulas de Filosofia em Portugal I. Só não deixo sempre a referência ao contexto, porque me pareceu eecusado. Qual é a tua opinião?

luis santos disse...

De certa forma, é uma maneira de devolver gratuitamente aquilo que por graça recebi. É relembrar. Uma forma de fazer os trabalhos de casa...

Paulo Borges disse...

Tudo bem. Só não colocaria as frases entre aspas, para não gerar equívocos nos leitores. Abraço

João de Castro Nunes disse...

Recebeu de graça... ou por graça?!... "E então o menino levou a sério... uma coisa que lhe foi dita por graça"?!... Que engraçado! JCN

luis santos disse...

Caro João,
Foi tal e qual como disse "...por graça". Quanto ao resto, não gosto de deixar as perguntas do menino sem resposta... e foi de graça.

Caro Paulo,
Obrigado pela correcção. Assim farei.

luis santos disse...

Abraços, claro.

João de Castro Nunes disse...

Que gracinha... tem o menino! JCN

luis santos disse...

...Os meninos!

João de Castro Nunes disse...

Chega de... graçolas! JCN

luis santos disse...

22:25?