O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

aquele que conduz o gado por mares adiante
até desfazer a linha da paisagem
é o mesmo homem que planta a flor
com a sua própria vida - o poeta

8 comentários:

platero disse...

Gosto

abraço

João de Castro Nunes disse...

Não desgosto. JCN

João de Castro Nunes disse...

Ao meu jeito... sem jeito:

O POETA

Quem o gado conduz por esses mares
até perder de vista os horizontes
é o mesmo que, por vales e por montes,
a flor semeia para os seus altares.

JCN

João de Castro Nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávio Lopes da Silva disse...

viva!

jcn, só não era preciso ser tão tão plagiador. mas gostei.

abraço

Paulo Feitais disse...

Nem mais!
:)

João de Castro Nunes disse...

Nem mais... nem menos! Não plagiei; ajeitei. JCN

Damien disse...

Gostei desta espécie de equação do guardador de rebanhos mareante.

Porém (há sempre um "por em") - fica dúvida, que pode ser apenas bifurcação de caminhos igualmente de caminhar-se - se se entenda o poeta como uma certa forma de se ser homem, o poema está per-feito, sem porém.

Se, entretanto, se entenda o poeta como sinónimo do homem, então o que está a seguir ao travessão é porventura redundante, ouso dizê-lo.

Num caso, como noutro, foi timbre a concisão do dizer e o gume do como se o disse.

Falou-me. Calando.