O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


terça-feira, 12 de janeiro de 2010

“O ser humano excede os seus limites; e, por isso mesmo, é que é humano”

- Teixeira de Pascoaes, São Paulo.

Para o melhor, o pior e para além disso...

3 comentários:

Rui Miguel Félix disse...

«O sonho do homem actual é ser um esqueleto antecipado, com asas de alumínio, sobre um planeta roído até ao caroço. Ao homem mitológico, escravo dos deuses, sucedeu o (homem) metafísico, escravo dum Deus; e a este, o (homem) industrial, escravo duma deusa de metal, aquela mulher eléctrica, numa barraca de feira, estendendo a vara mágica aos labregos espantados».

Rui Miguel Félix disse...

«O homem é ele e o seu habitat. É céu e terra contidos numa definição espiritual ou consciente».

Teixeira de Pascoaes

Abraço

saudadesdofuturo disse...

Também penso, Paulo, com Pascoaes, que o ser humano justifica-se pela parcela divina que lhe imprime o ilimitado, o infinito e o eterno, mas apenas como sombra, desejo ou Saudade.

O ser humano, por outro lado, desembaraça-se dos seus limites, ao mesmo tempo que a si mesmo se limita. É divino, porque excede os limites, e é humano, porque tendo a limitação, a não aceita,desejando excedê-la.

O Homem supera-se, tanto no sentido de ser mais homem, mais mundo, como supera-se para ser além de si, em Saudade, em espectro e em eterindade, transcendendo-se; ou o homem excede-se caindo no mundo, pesando-se sobre a terra.

Enfim... Isto sou eu a pensar,,, (momentos de rara beleza!:):

O sonho do homem é ser divino
e a "vingança" dos deuses é invejarem-nos!

O Homem é uma infinita possibilidade finita.

O ser humano é o ter sido de Deus, é ser Deus de novo, em Saudade.

(Se continuasse, já estaria a delirar... por isso, é melhor parar.)

(sorrisos)


Dizer qpenas que há esperança!:)

Um abraço aos dois.