O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

AGENDA


Só lembrar a todos - fartos deste Inverno chato, comedor de SOL,
heliófago (?) que não falta nem um mês para termos sobre as nossas
cabeças, alegrando Ruas de Aldeias e Cidades, as nossas queridas ANDORINHAS

Nesse dia - de chegada - quando der por elas, vou vestir uma camisa estampada,
aos ramalhões. E pôr na cara um velho After Shave que tenho por ali, que sobra
de quando ainda fazia a barba.

Não esqueça. Não tarda nem um mês

16 comentários:

platero disse...

ADENDA
:
E não é menos importante que as andorinhas cheguem do que o Parlamento
aprovar ou não o próximo Orçamento

saudadesdofuturo disse...

E eu quero estar (se não for egoísmo)... quero estar contigo e ver e sentir o cheiro do velho after shave; ver-te sem barba...
Quero ver as andorinhas e assistir`ao adormecimento desse "heliófago" que por aí tem andado.
Quero (tanto quero!...)ver as cores que agora imagino da tua camisa ramalhada...

E quero ver também se há ou não aprovação do orçamento para tanto "luxo"!...

Obrigada Platero, por este prazer.

Um abracinho.

Rui Miguel Félix disse...

Bom dia Platero! :)

saudadesdofuturo disse...

Bom dia Rui Miguel :))

Anaedera disse...

Será que é também nessa altura, que as lagartas ganham asas?

Rui Miguel Félix disse...

Bom dia!

Sempre chuvoso, sempre entristecido, sempre nublado, o mar revoltado, as gaivotas em terra, a saudade na montanha, os barcos no estuário, os campos diminuídos, os passos na calçada, o cigarro e o café, o copo ardente de água, o cachecol enrolado, a bóina acalentando uma notícia no jornal...

Triste máscara esta, na que o tempo esconde tamanha felicidade.

Bom dia Saudades! :)
Bom dia!!

Um abraço!

post scriptum
pensei que seria o primeiro a desejar-te bom dia Platero, quis a velocidade da tecla que fosse a menina Saudades, um sorrio e um abraço forte em ambos!

Rui Miguel Félix disse...

Bom dia Anaedera! :)

João de Castro Nunes disse...

Quando as lagostas tiverem asas, perdem-nas as andorinhas! JCN

Rui Miguel Félix disse...

Caro João, essa... foi de mestre!

Abraço

platero disse...

Boa tarde, pessoal todo

Obrigado por me terem acompanhado a podar as minhas arvorezinhas. E roseiras à mistura. Quando houver rosas, mostro.

ANAEDRA - ainda é cedo para lagartas
(pupas por agora, formas aladas nascem das pupas)ganharem asas. Quando for tempo eu digo, tá?

platero disse...

RUI Miguel

essa de chamar ao clássico BAGAÇO
"um copo ardente de água"
constitui, para mim, o mais requintado eufemismo que alguma vez
ouvili

abraço abagaçado

platero disse...

SAUDADES

isto é que é despesimo, consumismo, o que se lhe queira chamar: gastar três quadradinhos de espaço para outros tantos minúsculos recados.
É certo que já não estamos no tempo do papel, mas espaço é espaço e o resto é conversa. é um gasto supérfluo- Quem diz não estou a privar dele um pássaro, um pintassilgo, por exemplo, uma calhandra, ou a vindoura borbole(n)ta de Anaedra?

Ou as tais pré-anunciadas andorinhas, Saudades.
Olha, esperemos com fé que elas não tardem

Beijo

saudadesdofuturo disse...

Esperemos, sim, Platerom que não tardem as andorinhas, hão-de hegar quando for o tempo delas, e os pintassilgos e toda a bicharada alada, ruidosa e não ruidosa que anda nos campos, na Primavera.
E tu também vais aparecer com a tua camisa às flores e as tuas roseiras já crescidas. Essa é a futurologia mais certa que aqui fazemos.

Gostei muito, muito deste teu "luxo", imaginar não custa espaço, nem tempo, nem dinheiro, por enquanto!...

Um abraço

saudadesdofuturo disse...

"Platerom" é "Platero", como é bom de ver, mas como e bom, fica Plater(b)om. Não teve graça nenhuma!

saudadesdofuturo disse...

É só gastar "espaço" :))

Anaedera disse...

Platero, por aqui eu venho de Anaedera, não Anaedra. Eu também sei que as lagartas "casulam", são apenas formas simples de falar.

E não precisa de dizer, espero vê-la ganhar asas. Vejo-a todos os dias, ainda em forma de lagarta bem sedosa e pintada. Enorme. Linda e viçosa.

Quanto às lagostas do mestre JCN, humm. Lagostas andam no mar e por devem ficar.

E bom dia Rui Miguel Félix.