O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


terça-feira, 26 de janeiro de 2010

o deus palhaço iv

estou a cumprir a rota das ditaduras. agora vou à china. mas de tudo o que percebi. ficou-me uma realidade. pode não existir liberdade mas existe justiça. no capitalismo matam-nos com drogas, nos países revolucionários criam-nos como homens.

viva a revolução.

(platero os donos do petróleo não mandam na justiça).

12 comentários:

platero disse...

mais do que revolucionário - que o não sou de facto- considero-me lúcido
Não ofendo ninguém. Espero procedam de igual modo comigo

abraço

Coelacanto provoca maremoto disse...

os idealistas românticos continuam a distorcer a realidade para se conformar àquilo que desejam. esta da China ser um exemplo de qualquer coisa é hilariante. em tianamen não deveriam concordar inteiramente com esse ponto de vista, uma diferença que felizmente foi sanada com um puro e bom diálogo.

João de Castro Nunes disse...

És um iluso, pá! Onde é que já se viu florescer a liberdade onde justiça não há?!... Põe os pés na terra, pá! JCN

João de Castro Nunes disse...

Em matéria de ofensas... como a memória é curta! Estrabismo ou amnésia?... JCN

baal disse...

iluso pá, eu tenho o 5 ano, vai chatear outro. esta do iluso chateou-me. muita chatice para um revolucionário.

e já agora jcn já te avisei, á próxima disparo

Julio Teixeira disse...

Belo roteiro!
Mao? Ainda vive! E a sua justiça de tanques na rua passando por cima de quem se atrever a ficar na frente também.

Quem não vive mais são os milhões que deram suas vidas pela democracia, e suas famílias, por supremo escárnio tiveram de pagar a bala.

Mais vale um suspiro em liberdade democrátca, de verdade, que uma vida inteira comunista.

Essa revolução foi inspirada no ódio e na inveja de um fracassado financeiro e moral chamado marx e seu seguidores, que vieram depois.

Este estudo, se tiverem curiosidade

http://marxeinquestionavel.blogspot.com/

baal disse...

disparo para o ar, jcn.

João de Castro Nunes disse...

Atreves-te a enfrentar os meus "cinco violinos" vindos comigo... da Huíla? Estou para ver1 E a minha "arma secreta" pronta a disparar... sonetos sem defesa, ou seja, "em linha recta"? JCN

Fausta disse...

"Isso é o mais puro fruto do seu mau caráter, do seu violento rancor contra a sociedade, do seu despotismo cínico, da sua falência moral como ser humano...
É o pensamento do vagabundo que pretende se apossar de bens alheios."

Gosto do Marx. Aposto que tinha bom humor.

João de Castro Nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João de Castro Nunes disse...

Aposto que nunca leste a ponta de um corno do que Marx escreveu! Sucede... com muitíssima frequência. É um falar... por falar. Conversa... fiada! JCN

Fausta disse...

Por acaso até li porque sei que a vida de qualquer mortal depende disso, pá.

E olha quem fala...