O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 11 de junho de 2010

Trazer o Amor para a política

Trazer o Amor para a política, não o amor a este ou àquele, a isto ou àquilo, mas o Amor a tudo e todos, será a grande Revolução, a única digna desse nome. E isso será o bem-aventurado fim da política, que surgiu e vive da diminuição e escassez desse Amor. A única política verdadeira é aquela que, por Amor, vise tornar-se desnecessária.

3 comentários:

platero disse...

sem o tal AMOR, política não passa de PULHÍTICA

abraço

saudadesdofuturo disse...

É muito interessante esta ideia, Paulo. É extremamente revolucionária e a sua verdadeira prática poria fim aos problemas sociais e ou outros.Seria a felicidade... Mas por ser a mais simples, é ela a mais exigente.
Exigente não só do ponto de vista da realização, como no trabalho em cada um de nós, para ser Amor que verdadeiramente contagie.
Seria como um despertar que a todos despertasse. Tornando aí, evidentemente, o governo da Polis dispensável. Essa seria a anarquia espiritual, o "Quinto Império" vivido.

Isso é que pedir, Paulo!!!
Nisso não somos "pobres"!
Também queria uma Revolução assim!

Um abraço a ti e ao Platero.
É sempre um prazer pensar (e isso é já agir) uma Política assim.

Anaedera disse...

Não é revolucionária, porque já muitos a fizeram.
Mas é urgente!