O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quinta-feira, 17 de junho de 2010

desporto

na Vila a sueca é o desporto
que a gente mais pratica

dois contra dois
sobre uma mesa de madeira
e pano verde

não é permitido falar
nem fazer batota

só que toda a gente pratica
um inefável
jogo de sinais

como na sueca assim na vida
ganha
quem aldraba mais

5 comentários:

Anaedera disse...

pensa que ganha!
porque no verdadeiro jogo da vida
só ganha quem aprende honestamente.
(ainda hoje mo disseram)
bjs

platero disse...

Anaedera

o grande problema é nós sabermos discernir o que é honestidade. onde começa e onde acaba.
os gestores desses Bancos que acabam de falir julgam-se as pessoas mais honestas deste Mundo.

é

beijinho

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
platero disse...

nem quando emanam de pessoas de cabelo liso?

abraço

Anaedera disse...

Platero,
basta escutar os que nos dizem aonde começa e acaba o nosso limite,
ver-mos um espelho no outro.
E será sempre necessário que alguém diga que algo está menos certo.
bjs