O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 4 de setembro de 2009

luz
















14 comentários:

Fónix disse...

Já não aguento mais! Mais uma musiquinha destas e entro em tratamento.

Tampões Tampax disse...

Ó que alívio!

Chaplin disse...

Tenho saudades do mudo.

parasensorial disse...

Fónix, só tu te obrigas a carregar no play. Fim de transmissão.

parasensorial disse...

Já repararam que provavelmente há uma série de vós que são uns inúteis que se limitam a vir para este blogue achincalhar sem fazer nada de produtivo ou tampouco de improdutivo? Sinceramente, esses de que falo, para mim, tenho-lhes em conta duas palavras: não prestam. É que não prestam mesmo. Ainda se fizessem críticas construtivas e informadas, ainda que negativas, mas não, vêm para o puro gozo. Continuem a gozar, até ao dia em que morrerão a gozar sem nada terem feito na vida. Palhaços. Mas descansem que escrevo isto não por me chatearem, porque o vosso escárnio revisteiro não m etoca minimamente, mas como abre olhos. "Levantem os cornos da palha ó carneirada mole!".

julio disse...

Isto nem musiquinha não é...

parasensorial disse...

Faço o que gosto e gosto do que faço.

"Sleep in peace when the day is done that's what I mean".

Mais outra crítica não construtiva, que ao invés de me tirar pica e garra para continuar me dá mais.

E o álbum chegará e aí será uma roda que a vossa releza não conseguirá parar.

Não me canso de ouvi-la.

Com os melhores cumprimentos.

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Borges disse...

Parasensorial, tens toda a razão! Continua.

Abraço!

baal disse...

abaixo o sensorail viva o para-pente.

baal disse...

abaixo o sensorail viva o para-pente.

João de Castro Nunes disse...

É o que te espera. ó FAUSTA: ou evoluis... ou morres! Pela boca... morre o peixe. E não só! :JCN

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.