O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


terça-feira, 7 de julho de 2009

ESTAMOS PUBLICITANDO

Convido-vos para um concerto que darei no próximo sábado, 11 de Julho, 22h em Lisboa num sítio chamado Crew Hassan que fica na Rua das Portas de Santo Antão, nº 159 (a rua do Coliseu).
Em vez de tomates tragam serpentinas para me atirar.

7 comentários:

Lourdes Conceição disse...

Vais "consertar" o quê, Rita?

Liliana Jasmim disse...

:)

boa! eu que estava a precisar de fazer uma pausa no imenso trabalho, fiquei com vontade de ir.

Bem publicitado Rita,

talvez possa aparecer.

saudações

platero disse...

de quê, Rita?

não é que eu possa ir. só uma questão de curiosidade.

bom desempenho - musical, espero, e muitas serpentinas

rita disse...

platero:
voz, viola, sintetizador e enfim.

JoanaRSSousa disse...

tenho um encontro marcado com os Depeche Mode!

Paulo Borges disse...

Venho da Figueira da Foz. Se chegar a tempo irei, feito serpentina.

Desconhecida disse...

Eu até ia, mas não sou serpentina nem tenho tomates.