O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


terça-feira, 23 de novembro de 2010

feliz natal e bom ano novo


Fumarada néon estanho acabrunha
toda esta tantra cara ikea idêntica
acotovelando-se por uma morte de algodão.

Apontam, comem-se,
partilham recaídas de couro
como nenúfares de granito em forma de pipoca
jogando à cabra cega
formada pelo conservatório
em pandeireta contemporânea.

É a solidão que me vicia a observá-los.

Já não há rolo a revelar
ou semente a regar,
é tudo automático
como tinta invisível
ou nascer daltónico;
obtuso sapateado liquefeito
pela satisfação
de cada troféu oferecido ao patrão
ser extorsão
à qual um dia daremos razão,
enforcados pela disenteria
duma censura às flores.

Estou sentado com um rabo na minha cara
imaginando quão taciturno tudo seria
sem a linguagem?
Fervoroso paludismo kamikaze
ziguezagueando na baba e lama
em lugar de bar aberto com espumante
e tiques nervosos lipoaspirados.

Lombriga de luto concentrada
no seu lacinho lilás que
tem de levar para o trabalho
e apresentar à turma;
pontapeio tal feto
de nojento júbilo que sou
e espero ser como dantes;
sem paciência para o som.


1 comentário:

saudadesdofuturo disse...

Também para ti, QuETzalcoatl!
um feliz e bom natal e ano novo!
Sorrisos!
Saúde!