O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


terça-feira, 30 de novembro de 2010

"Dá-me os óculos..." - últimas palavras de Fernando Pessoa, que partiu há 75 anos



"Dá-me os óculos..." - foram estas, segundo João Gaspar Simões, as últimas palavras de Fernando Pessoa, que partiu a 30 de Novembro de 1935.

A revista e o projecto Cultura ENTRE Culturas prestam a sua homenagem a quem viu o nada-tudo que há em nós e que, na linha de Camões e Vieira, seguido por Agostinho da Silva, semeou um Portugal-universo, cosmopolita e armilar, um Portugal trans-moderno livre da história e da geografia, refundado nas consciências e aberto a todos os que, portugueses, lusófonos ou não, se deixem inquietar pela terrível e esplendorosa estranheza de existir.

O 3º número da Cultura ENTRE Culturas ser-lhe-á dedicado.

8 comentários:

platero disse...

bom recordar
quem sempre acreditou que não seria muito recordado

"...talvez sintam alguma pena se souberem que fiquei debaixo de um comboio
e o funeral é em dia de chuva"

(citado de -fraca- memória)

abraço

rmf disse...

"É talvez o último dia da minha vida.
Saudei o Sol, levantando a mão direita,
Mas... não o saudei, dizendo-lhe adeus,
Fiz sinal de gostar de o ver antes: mais nada."

rmf disse...

Talvez, de fundo, a diferença Entre o "já não estar" e o "haver estado", como disse Saramago.

É bonito, não é? :)

abraços

Paulo Borges disse...

E os óculos, para ver, ou ver melhor, o quê?

Abraços

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Borges disse...

"Dá-me os óculos..."

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
saudadesdofuturo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.