O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sábado, 1 de agosto de 2009

Já morreste com alguém?

7 comentários:

Anónimo disse...

Não tens categoria para isso!...

João de Castro Nunes disse...

És um bom calhordas!

conselho disse...

João, ignore esses anónimos...

Anónima disse...

Morro sempre em alguém, não com alguém. A maior parte das vezes, morro em mim. Mas renasço logo. Não. Penso que morro, mas não morro!
Não há morte! - Dizem!

Anónimo disse...

morro um pouco com cada um que parte.

Anónimo disse...

morro todos os dias...daí que o meu lema seja ´renascer diariamente com sabedoria´...

frag.

parasensorial disse...

Quando morremos com alguém perdemos o medo da morte. Dizemos que também queremos ir. Não queremos comer, não queremos dormir, não queremos nada mais que não fazer o luto dessa pessoa. O luto é mais complicado do que parece. Quando me refiro a luto refiro-me a enterro. É difícil enterrar alguém e isso pode não acontecer no funeral. Acontece durante o luto. Mas há quem esteja muito habituado porque já viu muitos partir. Já entende a morte como parte da vida, ao contrário de nós, jovens, que apenas julgamoas que entendemos. Frag: renascer diariamente com sabedoria é fantástico, embora eu ande tão preguiçoso... afinal, o que é a sabedoria? bj