O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


segunda-feira, 31 de agosto de 2009

libertação
















19 comentários:

saudadesdofuturo disse...

Muito belo. Inspirado.

Parabéns, Nuno(?!)

Um abraço.

parasensorial disse...

Obrigado Saudades,
Um abraço.

Este tema é não só inspirado pelas minhas vivências nos últimos tempos mas também pelas palavras de Kunzang uns posts atrás ou um post atrás.

saudadesdofuturo disse...

Pois é muito bom sentirmo-nos inspiradores e inspirados. O título que vem a dar ao post é também ele sinal dessa "libertação"... mas a música é como se fosse a introdução de uma história, como se a contasse, quando os sons marcam a cadência, como se fosse um caminhar... É o que me parece.

Abraço renovado.

prAia em Mim disse...

escuto, e oiço a energia electrizante do amor que me percorre em delírio de paixão...bj meu em ti :)

parasensorial disse...

Tu estás nesta música. Beijo.

Paulo Borges disse...

Muitos parabéns!

parasensorial disse...

Muito obrigado. É uma honra e um prazer.

João de Castro Nunes disse...

Prefiro os violinos! JCN

fónix disse...

lolll, entra-se no blog e leva-se com a música sem carregar em play???
para a coisa ficar mais... "gira" metamos todos um sonzinho aqui para se ouvir tudo ao mesmo tempo.

parasensorial disse...

Mete aí lol

fosga-se disse...

lol, nuno, tiraste a outra por ser igual a esta ou estás a melhorá-la?? foi o meu comentário???

parasensorial disse...

Não, a outra já está acabada. Foi e não foi o comentário. Não quero bombardear o blogue com músicas.

Paulo Borges disse...

Caro Parasensorial, de facto é mais justo se não se ouvir logo a música quando se entra no blogue... Por respeito para quem possa não a querer ouvir, deve-se deixar isso à opção de cada um.

Dito isto, gostei muito, repito.

parasensorial disse...

Eu sei que sim Paulo, foi um golpe de marketing agressivo, misturado com a excitação. Vou pôr o player desse modo. Abraço.

Paulo Borges disse...

E resultou muito bem. Gostei mesmo. Abraço.

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
parasensorial disse...

Fausta: é uma opinião fantástica e estruturada! Adorei!

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
parasensorial disse...

Às vezes penso que atingi o limite das minhsa capacidades. Estão aí duas novas, feitas ontem e hoje. Mas isto é tudo feito no Fruity Loops. Chega-me o programa, porque não me interessa tanto a perfeição da produção, mas mais o feeling. Abraço.