O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Guerreiro

Avança, fronte desnuda na imensidão
peito aberto ao vento
passo asa firme e lesto

Atrás um rasto de bandeiras incendiadas
pátrias reduzidas a escombros
nomes e palavras calcinados

Pisando os mundos
como um restolho de Outono
ergue-se acima de si

e das entranhas de tudo
fundo indómito canto
à boca lhe sobe

Ébrio da mais pura alegria
proclama o Invencível:
jamais haver combatido

31.08.2009

12 comentários:

Paulo Feitais disse...

Quem se consome em guerras, em nome disto e daquilo, não se consuma Guerreiro do sem nome, não se encontra no Pleno, esgota-se na planura da concretude calcinada.
:)

parasensorial disse...

Quem avança ao vento combate. Que vivam os guerreiros da paz!

parasensorial disse...

Poema tocante. Retribuo a parabenização, como dizem os brasileiros.

saudadesdofuturo disse...

Paulo,

Tivessemos todos esse "fundo indómito cant" e acima de nós mesmos nos soubessemos erguer como bandeiras dos guerreiros invencíveis: os que jamais combateram "ébrio(s) da mais pura alegria".

Gostei, meu amigo "guerreiro" me parece, desse "sem nome", como diz o Paulo a quem envio também um sorriso.

Paulo Borges disse...

Saudades, saudações ébrias da mais pura alegria!

Anónimo disse...

Idade mental: 12 anos.

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João de Castro Nunes disse...

Ó FAUSTA,afina o cavaquinho! JCN

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João de Castro Nunes disse...

Para LÁ de Deus... onde é que fica?!... JCN

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João de Castro Nunes disse...

Como a resposta é evasiva, vou-me informar... e volto já! JCN