O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 1 de abril de 2011

3, 4 e 5 de Maio - Colóquio Internacional Nietzsche, Pessoa e Freud

A imagem de fundo do cartaz reproduz um trabalho de Lélia Parreira Duarte, 
inspirado numa obra de Júlio Pomar



3, 4 e 5 de Maio de 2011

1º Dia: 3 de Maio (Universidade de Lisboa)

Manhã

9:30 - 10:00
Sessão de Abertura – Membros da Comissão organizadora e científica

10: 30 - 11:45
Paulo Borges (Portugal) – As "Ilhas Afortunadas" em Fernando Pessoa ou de como a intencionalidade limita a consciência
Markus Gabriel (Alemanha)  – “A temporalidade do inconsciente.”

12:00 - 13:15
Leyla Perrone-Moisés (Brasil) – Pessoa e Freud: “translação”  e “sublimação”
Cláudia Souza (Brasil) – «Todos deveríamos ser Freuds» - Freud e a multiplicidade literária em Pessoa

Tarde

14:30 - 15:45
Nuno Venturinha (Portugal) - O Pensamento Dinâmico em Wittgenstein e Pessoa
Nuno Ribeiro (Portugal) - Pessoa e a Construção do Estilo Filosófico – os textos filosóficos do espólio pessoano

16:00 - 17:15
João Constâncio (Portugal) – O 'Sujeito-Multiplicidade' em Nietzsche e Pessoa
Steffen Dix (Alemanha) – Um “Lob des Polytheismus” em Pessoa e Nietzsche

17:30 – 19:45
Jorge Uribe (Colômbia) – Proving the Unprovable: uma tarefa adiada de Thomas Crosse
Carlos Silva (Portugal) - Pessoa entre o Despudor da Vontade e o Fingimento da Patologia
José Almeida (Portugal) – (Título a anunciar)

20:00
Lançamento do Livro: Olhares Europeus sobre Pessoa (org. Paulo Borges).  


2º dia 4 de Maio (Universidade Nova de Lisboa)

Manhã
 
9:00 - 10:15
Lélia Parreira-Duarte (Brasil) – «A arte tem valia, porque nos tira de aqui»
Jerónimo Pizarro (Colômbia) – «Sobre um caso de internamento»

10: 30 - 11:45
Fabrizio Boscaglia (Itália) – A influência do «espírito árabe» no pensamento de Fernando Pessoa: o entusiasmo da imaginação.
Giangiorgio Pasqualotto (Itália) – "Oltre il soggetto:Pessoa, Nietzsche, il Buddha"

12:00 - 13:15
Pablo Javier Pérez López (Espanha) – Fernando Pessoa: o autor de Jorge Luis Borges
Julia Alonso Diéguez (Espanha) – Nietzsche y Pessoa: la voluntad de «Poder ser lo que se es»

Tarde
 
14:30 - 15:45
Antonio Cardiello (Itália) – (Algumas) Origens exógenas da ontologia pessoana
Alfonso Cariolato (Itália)– L’abissale brusio della superficie: l’esistenza in Pessoa e Nietzsche

16:00 - 17:15
Duarte Braga (Portugal) – Entre a “Índia Nova” e o Atlantismo: O Pensamento de Pessoa entre colonialismo Neo-romântico e Horizonte Pós-Colonial
Bruno Béu de Carvalho (Portugal) – Fernando Pessoa: o presente saudoso e a infinita distância 

17:30 – 19:45:
Daniel Duarte (Portugal) – Pontos de vista nietzschianos sobre a apreciação pessoana do «Freudismo».
Luís Filipe Teixeira (Portugal) – Pessoa/Mora/Nietzsche: Em defesa do Eterno Retorno/Regresso dos Deuses ou o Filósofo como «Médico da Cultura» 
Raquel Nobre Guerra (Portugal) – Surrealidade mística em Álvaro de Campos - transcendência, absoluto e subitaneidade
Rui Lopo (Portugal) - Presenças do Budismo na Obra em Prosa de Fernando Pessoa

20:00
Lançamento do nº 3 da revista Cultura ENTRE Culturas, dedicado a Fernando Pessoa.


3º dia – 5 de Maio (Fundação Calouste Gulbenkian)

Manhã

9:00 - 10:15
José Martinho (Portugal) – O nó das personalidades múltiplas
Filipe Pereirinha (Portugal) – Uma época singular, à luz de Freud e Pessoa

10: 30 - 11:45
Ciprian Valcan (Roménia) – Le cas Nietzsche : folie ou simulation ?
Teresa Oñate (Espanha) – “Tocados por el rayo del lenguaje divino: F. Nietzsche Y F. Pessoa”

12:00 - 13:15
Fernando Ribeiro (Portugal) – «Do Sonho em Pessoa ao Sonho de Pessoa»
Paulo de Medeiros (Holanda) – Pessoa and Women 

Tarde

14:30 - 15:15
Audemaro Taranto (Brasil) – “O livro Mensagem de Pessoa: uma obra que avançou no tempo”
Teresa Rita Lopes  (Portugal) – Pessoa e Nietzsche: “Religião individual”-Metafísica recreativa.

15:30 – 16:15
Eduardo Lourenço - Conferência de Encerramento  

16:30
Mesa Redonda de Escritores – “O processo criativo”:

Nuno Júdice (Portugal)
Miguel Real (Portugal)
Ismahelson Andrade (Brasil)
Teresa Rita Lopes (Portugal)
João Pereira de Matos (Portugal)
António Cândido Franco (Portugal)

17:30
Mesa de apresentação de Livros

3 comentários:

Fausta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MeTheOros disse...

Também acho!

No entanto, há um blogue aqui ao lado (o da "desenroscada" revista Entre) que tem um post com a mesmíssima informação, e com letra que se veja!

Pois bem, deduzo eu - que tenho o hobby de deduzir (se não estou à rasca, claro):

Aqui, é um blogue para pessoal mais para o desenrascado e tal (que, nos tempos que correm, deve andar um bocado depenado, e à rasca, já se sabe, para ler facturas e extractos bancários: principalmente as letrinhas gordas).

O outro blogue é mais para malta que nunca está à rasca, fica quase à rasca é se não lê certas miudezas a que ninguém liga pevide e, por isso (já de propósito, com certeza) puseram o corpo de letra maiorzinho. Já é maldade!

(Ó Pessoa, tem paciência, passa-me aí os óculos, pá!)

platero disse...

MeTheOrus = Fausta

há muito não lia meu/minha amigoa

Essa de pedir os óculos é que é muito mau sinal. só no gozo, claro.

abr aço