O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 1 de abril de 2011

3, 4 e 5 de Maio - Colóquio Internacional Nietzsche, Pessoa e Freud

A imagem de fundo do cartaz reproduz um trabalho de Lélia Parreira Duarte, 
inspirado numa obra de Júlio Pomar



3, 4 e 5 de Maio de 2011

1º Dia: 3 de Maio (Universidade de Lisboa)

Manhã

9:30 - 10:00
Sessão de Abertura – Membros da Comissão organizadora e científica

10: 30 - 11:45
Paulo Borges (Portugal) – As "Ilhas Afortunadas" em Fernando Pessoa ou de como a intencionalidade limita a consciência
Markus Gabriel (Alemanha)  – “A temporalidade do inconsciente.”

12:00 - 13:15
Leyla Perrone-Moisés (Brasil) – Pessoa e Freud: “translação”  e “sublimação”
Cláudia Souza (Brasil) – «Todos deveríamos ser Freuds» - Freud e a multiplicidade literária em Pessoa

Tarde

14:30 - 15:45
Nuno Venturinha (Portugal) - O Pensamento Dinâmico em Wittgenstein e Pessoa
Nuno Ribeiro (Portugal) - Pessoa e a Construção do Estilo Filosófico – os textos filosóficos do espólio pessoano

16:00 - 17:15
João Constâncio (Portugal) – O 'Sujeito-Multiplicidade' em Nietzsche e Pessoa
Steffen Dix (Alemanha) – Um “Lob des Polytheismus” em Pessoa e Nietzsche

17:30 – 19:45
Jorge Uribe (Colômbia) – Proving the Unprovable: uma tarefa adiada de Thomas Crosse
Carlos Silva (Portugal) - Pessoa entre o Despudor da Vontade e o Fingimento da Patologia
José Almeida (Portugal) – (Título a anunciar)

20:00
Lançamento do Livro: Olhares Europeus sobre Pessoa (org. Paulo Borges).  


2º dia 4 de Maio (Universidade Nova de Lisboa)

Manhã
 
9:00 - 10:15
Lélia Parreira-Duarte (Brasil) – «A arte tem valia, porque nos tira de aqui»
Jerónimo Pizarro (Colômbia) – «Sobre um caso de internamento»

10: 30 - 11:45
Fabrizio Boscaglia (Itália) – A influência do «espírito árabe» no pensamento de Fernando Pessoa: o entusiasmo da imaginação.
Giangiorgio Pasqualotto (Itália) – "Oltre il soggetto:Pessoa, Nietzsche, il Buddha"

12:00 - 13:15
Pablo Javier Pérez López (Espanha) – Fernando Pessoa: o autor de Jorge Luis Borges
Julia Alonso Diéguez (Espanha) – Nietzsche y Pessoa: la voluntad de «Poder ser lo que se es»

Tarde
 
14:30 - 15:45
Antonio Cardiello (Itália) – (Algumas) Origens exógenas da ontologia pessoana
Alfonso Cariolato (Itália)– L’abissale brusio della superficie: l’esistenza in Pessoa e Nietzsche

16:00 - 17:15
Duarte Braga (Portugal) – Entre a “Índia Nova” e o Atlantismo: O Pensamento de Pessoa entre colonialismo Neo-romântico e Horizonte Pós-Colonial
Bruno Béu de Carvalho (Portugal) – Fernando Pessoa: o presente saudoso e a infinita distância 

17:30 – 19:45:
Daniel Duarte (Portugal) – Pontos de vista nietzschianos sobre a apreciação pessoana do «Freudismo».
Luís Filipe Teixeira (Portugal) – Pessoa/Mora/Nietzsche: Em defesa do Eterno Retorno/Regresso dos Deuses ou o Filósofo como «Médico da Cultura» 
Raquel Nobre Guerra (Portugal) – Surrealidade mística em Álvaro de Campos - transcendência, absoluto e subitaneidade
Rui Lopo (Portugal) - Presenças do Budismo na Obra em Prosa de Fernando Pessoa

20:00
Lançamento do nº 3 da revista Cultura ENTRE Culturas, dedicado a Fernando Pessoa.


3º dia – 5 de Maio (Fundação Calouste Gulbenkian)

Manhã

9:00 - 10:15
José Martinho (Portugal) – O nó das personalidades múltiplas
Filipe Pereirinha (Portugal) – Uma época singular, à luz de Freud e Pessoa

10: 30 - 11:45
Ciprian Valcan (Roménia) – Le cas Nietzsche : folie ou simulation ?
Teresa Oñate (Espanha) – “Tocados por el rayo del lenguaje divino: F. Nietzsche Y F. Pessoa”

12:00 - 13:15
Fernando Ribeiro (Portugal) – «Do Sonho em Pessoa ao Sonho de Pessoa»
Paulo de Medeiros (Holanda) – Pessoa and Women 

Tarde

14:30 - 15:15
Audemaro Taranto (Brasil) – “O livro Mensagem de Pessoa: uma obra que avançou no tempo”
Teresa Rita Lopes  (Portugal) – Pessoa e Nietzsche: “Religião individual”-Metafísica recreativa.

15:30 – 16:15
Eduardo Lourenço - Conferência de Encerramento  

16:30
Mesa Redonda de Escritores – “O processo criativo”:

Nuno Júdice (Portugal)
Miguel Real (Portugal)
Ismahelson Andrade (Brasil)
Teresa Rita Lopes (Portugal)
João Pereira de Matos (Portugal)
António Cândido Franco (Portugal)

17:30
Mesa de apresentação de Livros

3 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
MeTheOros disse...

Também acho!

No entanto, há um blogue aqui ao lado (o da "desenroscada" revista Entre) que tem um post com a mesmíssima informação, e com letra que se veja!

Pois bem, deduzo eu - que tenho o hobby de deduzir (se não estou à rasca, claro):

Aqui, é um blogue para pessoal mais para o desenrascado e tal (que, nos tempos que correm, deve andar um bocado depenado, e à rasca, já se sabe, para ler facturas e extractos bancários: principalmente as letrinhas gordas).

O outro blogue é mais para malta que nunca está à rasca, fica quase à rasca é se não lê certas miudezas a que ninguém liga pevide e, por isso (já de propósito, com certeza) puseram o corpo de letra maiorzinho. Já é maldade!

(Ó Pessoa, tem paciência, passa-me aí os óculos, pá!)

platero disse...

MeTheOrus = Fausta

há muito não lia meu/minha amigoa

Essa de pedir os óculos é que é muito mau sinal. só no gozo, claro.

abr aço