O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

OBRA-PRIMA

as volutas artísticas
labirínticas do ouvido
são a prova real

de que Deus se tenha divertido
na construção
do seu último animal

13 comentários:

João de Castro Nunes disse...

Engenho e arte, Platero,
deu-lhe Deus em abundância:
manifestar-lhe só quero
minha inteira concordância!

JCN

João de Castro Nunes disse...

Brinca, brincando:

Para o homem distinguir
dos restantes animais,
Deus, a pensar no porvir,
decidiu fazê-lo igual
a si mesmo, par a par,
com todos os seus sinais,
mas saiu-lhe a obra mal:
"P'rò que me havia de dar!".

JCN

platero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
platero disse...

à semelhança do Mestre
dos pés até à cabeça
só que imperfeito e agreste

- terá sido feito à pressa?

João de Castro Nunes disse...

Perante a fragilidade
do sistema auricular,
verdadeira obra de artista
em que se quis esmerar,
Deus pensou logo em criar
um médico especialista
para uma eventualidade!

JCN

platero disse...

Deus pensou logo em criar
um médico especialista
........................ (JCN)

de nome tão complicado
que nem se encontra na lista
pró dizer esteja treinado
:
ornito
ringo
laringo
logista

pois além de divertido
ao modelar o ouvido
quis ser Deus bem humorado

platero disse...

erro evidente em
otorrinolaringologista

o orninto era de ornintorrinco

F.W. disse...

Lamento que tenha encerrado os comentários do outro post.

Gostaria mesmo de ver respondida a minha questão uma vez que considero a insinuação feita muito grave. Há mais gente a ler isto e estamos todos curiosos com a resposta. Se possível com factos que comprovem o que diz. Neste blog uma vez que foi neste blog que a senhora se excedeu.

F.W. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
F.W. disse...

Dra. Isabel Metello:

Continuo à espera que justifique o chorrilho de insultos, injúrias e insinuações que proferiu contra mim. Ou o faz aqui ou o fará noutro lado mais adequado. Lhe garanto!

João de Castro Nunes disse...

Há quem tenha mau perder
e se retire da luta
sem sequer reconhecer
que levou porrada à bruta!

JCN

João de Castro Nunes disse...

A Metello chegou para ti, pá! JCN

João de Castro Nunes disse...

Em retirada bateram
ambas as duas galinhas:
uma à outra se comeram,
no chão deixando as espinhas!

JCN