O CAMINHO DA SERPENTE

"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo [...]".

"Ela atravessa todos os mistérios e não chega a conhecer nenhum, pois lhes conhece a ilusão e a lei. Assume formas com que, e em que, se nega, porque, como passa sem rasto recto, pode deixar o que foi, visto que verdadeiramente o não foi. Deixa a Cobra do Éden como pele largada, as formas que assume não são mais que peles que larga.
E quando, sem ter tido caminho, chega a Deus, ela, como não teve caminho, passa para além de Deus, pois chegou ali de fora"

- Fernando Pessoa, O Caminho da Serpente

Saúde, Irmãos ! É a Hora !


quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

La prière du coeur


La prière du coeur est un face à face intime.
Je suis dans ma chair la réponse à Dieu,
coeur à coeur qui résonne à l'unisson dans le monde.
Le "Je suis" de Dieu transcende le temps
et Le rend immanent à chaque instant.
L'espace, le temps Le manifestent
mais ne sauraient cristalliser sa Présence.
La prière du coeur est une goutte de lumière vivant
qui nous pénètre et nous transfigure.
Elle ne s'apprend pas,
elle se vit totalement,
elle n'est pas une technique, une formule
mais un état d'Amour,
une tension sans effort,
un désir fou
vers Celui qui habite en plénitude en nous.

2 comentários:

... disse...

Bela fotografia!

"A oração do coração é um rosto íntimo à face", bonito!

Sem máscaras, portanto, entre o ser e o do seu reflexo, o Eu, incristalizável, a amálgama vivente, e o pulsar que a habita, a invade, e a ilumina.

Belo de ser lido, escutado, ouvido.

Abraço!

João de Castro Nunes disse...

De boca embora fechada,
eu tenho o meu coração
em permanente oração,
mesmo que não diga nada!

JCN